terça-feira, 10 de novembro de 2009

Eu ouvi, eu falei

essa idéia surgiu de uma formação feminista com as jovens lá na sof.

todas nós já passamos por alguma situação parecida. a gente tá andando pra escola, pro trabalho, pra padaria, pra casa, enfim, andando na rua e ouve uma cantada: "ô lá em casa, hein" "que delicia" "gostosa" "hummmm"
eles mudam o tom de voz, pra ficar bem nojento.
eles fazem de um jeito que definitivamente mostra que eles fazem isso porque podem. na nossa sociedade machista é assim: as mulheres ocupam o espaço público e ouvem coisas que reafirmam que aquele não é o lugar delas.
ahan. uma "cantada" grosseira e ofensiva quer dizer isso também.
você é bonita,sim! mas o rapaz não olhou pra vc e te achou bonita. ele só viu que você é uma mulher, e que no mundo é assim: ele tem o direito de lançar um "gostosa".
você tá de calça de moleton, meia e chinelo.
você tá com a roupa que você vai pro trabalho ou pra escola.
não importa, você tá lá, na rua.
ele pode mexer com você.

mas aí na hora você fica com raiva e não consegue responder.
normalmente lançamos um "vai se f***" ou coisas do gênero.
mas se a idéia é constranger de volta, mostrar pro rapaz e pra quem mais estiver em volta que você não gostou, que ele não tem esse direito, então é melhor ter um repertório de respostas.

a idéia de fazer isso aqui surgiu numa formação feminista com as jovens lá na sof.
é simples: EU OUVI - EU FALEI
é só escrever o que ouviu, e o que você respondeu.
pode contar o contexto, e a reação das pessoas.
ajuda a lembrar que o machismo não é uma coisa individual, mas que todas nós estamos submetidas a ele.
e é bom pra inspirar outras meninas, porque infelizmente isso vai continuar acontecendo nas nossas vidas por um tempo =/

10 comentários:

=draupadi= disse...

Bom, começo então com minha resposta coringa: eu grito 'chupa meu pau' enqto coloco a mão na xereca e aperto como se fosse uma piroca. É inacreditável como a galera fica sem reação \o/
Da primeira vez me assustei comigo mesma o.O
mas depois me acostumei e morro de rir da 'macheza' desconstruída do sujeito!!!

evelyn andrade disse...

ele: 'é uma delícia', eu 'eu sei, já você nunca vai saber' - fazer com ar superior.
porque essas cantadas nojentas inferiorizam a mulher e com uma boa resposta, voltamos ao nosso lugar.

Samira disse...

Cantada: Nossa, não sabia que boneca andava!
Resposta: E eu não sabia que porco falava!

Essa é pra mexer com a auto-estima:

Cantada: Se eu pudesse te ver pelada, eu morreria feliz.
Resposta: Se te visse pelado, eu morreria de rir

Ester Corrêa disse...

O minha eh bem parecida com a anterior...
O cara gritou "gostosa", eu gritei de volta: "meu pau"!

Alexandra Peixoto disse...

Cantada: hum, que tesão!
Resposta: dá o cú que passa!

Guiga Francisco disse...

Acho fantastico. entrem em meu blog e comentem. guigafranciscologspot.com

Guiga Francisco disse...

achei fantastico escrevir o meu blog errado ai vai para voces espalharem para os amigos.e comente as matérias que para mim é importante nesse momento.
htpp.guigafranciscomargrandeblogspot.com

carla disse...

hahaha, adorei, vou adotar essa do 'chupa meu pau!"

Mariana disse...

Sempre penso em me defender quando sofro esse tipo de assédio mas fico tão chocada que poucas vezes consigo reagir... é tão humilhante q dá vontade de chorar e algumas vezes quando mandei um sinal com o dedo do meio a provocação foi ainda maior da parte deles... Tenho medo de falar esse chupa meu pau e eles virem pra cima de mim realmente. Alguém compartilha do meu medo?plettedo

Lívia disse...

uma dos caras de um grupinho: "Oi!"

eu: "Tchau!" (sorrindo)

os outros caras do grupinho: "Hahahaha tchau!! hahahaha" (apontando pro cara)